Antonio Sánchez-Benedito Gaspar, Embaixdor da UE

A União Europeia já desembolsou mais de 15 milhões de euros para apoiar cerca de 150 mil deslocados, vítimas dos ataques terroristas em Cabo Delgado. O embaixador da União Europeia em Moçambique, Antonio Sánchez-Benedito Gaspar, diz que nota com satisfação o nível de engajamento do Governo moçambicano em pôr fim à situação do terrorismo que já provocou milhares de deslocados.

António Sánchez-Benedito Gaspar garante que a União Europeia tem estado a acatar os apelos das Nações Unidas no sentido de se canalizar apoio permanente às vítimas do terrorismo em Cabo Delgado.

“Como sabem, o apoio às famílias é prioridade fundamental para que tenham dignidade necessária. Temos estado a acompanhar os esforços do Governo moçambicano no apoio às famílias e nós, como União Europeia, temos estado a responder, favoravelmente, ao apoio. No último ano, canalizámos 15 milhões de euros para apoio às famílias”.

Sánchez diz estar confiante que o Executivo moçambicano vai encontrar solução para devolver a paz aos moçambicanos naquela província.

(AIM)

O Pais/JSA