Imagem publicada pelo ”O Pais”

Dois jovens estão detidos no comando distrital da PRM em Mossurize, na província central moçambicana de Manica, indiciados de terem assassinado o pai. Segundo o jornal ”O Pais”, os suspeitos confessam o crime e alegam que o pai era feiticeiro.

“Batemos no nosso pai até a morte. Ele foi a um curandeiro levar medicamentos, que estão a matar pessoas na família. Quando tentamos conversar com ele, negou tudo. Decidimos levá-lo a um campo onde o matamos”, confessaram.

A Polícia diz que depois de consumado o crime, os dois jovens tentaram ocultar o cadáver do finado, que tinha 96 anos de idade.

“Seguimos os vestígios e descobrimos que o idoso foi morto pelos filhos e já estavam prestes a colocar-se em fuga”, disse o chefe das operações.

Ainda em Mossurize está detido um jovem encontrado na posse de uma arma de fogo do tipo pistola, com a qual semeava terror no distrito.

(AIM)

O Pais/JSA