No schema found.

Moçambique registou mais duas mortes nas últimas 24 horas devido à COVID-19, passando para 825 o cumulativo de pacientes que perderam a vida desde que foi diagnosticado o primeiro caso no país, em Março de 2020.

Os óbitos declarados nesta Segunda-feira (10) são pacientes do sexo masculino, ambos de nacionalidade moçambicana, de 61 e 84 anos de idade respectivamente.

A informação foi revelada pela directora nacional adjunta da Saúde Pública, Benigna Matsinhe, durante a habitual conferência de imprensa semanal para a actualização da situação da pandemia no país e no mundo em geral.

Segundo a fonte, nas últimas 24 horas, 24 indivíduos testaram positivo para COVID-19, em resultado da testagem de 322 amostras de casos suspeitos.

Todos os novos casos são de indivíduos de nacionalidade moçambicana e resultam de transmissão local.

A Área Metropolitana do Grande Maputo, nomeadamente as Cidades de Maputo e da Matola, Distrito e Município de Boane e Distrito de Marracuene, foi a que se destacou na lista, com 21 casos, correspondendo a 87, 5 por cento. Os restantes três casos foram registados na Província de Nampula.

Revelou que a Taxa de Positividade das últimas 24 horas foi de 7,45 por cento, enquanto a Taxa de Positividade Acumulada é de 13,29 por cento.

Assim, o País tem cumulativamente 70.240 casos positivos, dos quais 69.924 de transmissão local e 316 importados.

Ainda nesse período, houve o registo de cinco novos internamentos e igual número de altas hospitalares.

“No país existe, até o momento, um cumulativo de 3.382 pacientes internados, dos quais 29 estão actualmente nos Centros de Internamento de COVID-19 e em outras Unidades Hospitalares (69 por cento destes pacientes encontram-se na Cidade de Maputo) ”, explicou Matsinhe.

No período em análise, 14 pacientes foram considerados totalmente recuperados da COVID-19 e são de nacionalidade moçambicana.

Actualmente, Moçambique conta com um cumulativo de 67.799 (96,5 por cento) indivíduos previamente infectados pelo novo coronavírus que estão totalmente recuperados da doença.

Até hoje, o país tem 1.610 casos activos do novo coronavírus.