Um total de 408 famílias que vivem em situação de deslocados nas aldeias do distrito de Metuge em Cabo delgado, norte de Moçambique, devido aos ataques terroristas, receberam esta sexta-feira donativos constituídos por produtos alimentares e de higienização.

O donativo, cujo valor não foi revelado, visa minorar o sofrimento daquelas famílias e contemplam igualmente baldes, pratos, copos e kits de dignidade para 200 raparigas em idade escolar.

O gestor do programa de distribuição de Kits de ajuda humanitária na Aldeia SOS, João Bota, disse que a iniciativa, que numa primeira fase contempla 3.900 famílias acomodadas nos distritos de Pemba, Mecúfi e Metuge, tem por objectivo melhorar a resiliência e as condições de vida dos afectados pelo terrorismo.
(AIM)
Fernanda da Gama (FG)/DT