Morreu, na manhã de hoje, Abdul Carimo, antigo presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE), de Moçambique, vítima de doença, escreve o jornal ”O Pais”, que acrescenta que Abdul Carimo esteve internado num hospital privado em Maputo, onde perdeu a vida.

Abdul Carimo, cujo funeral está previsto para a tarde de hoje, foi presidente da CNE de 2013 a 2020.

O malogrado chegou à presidência do órgão que administra e gere processos eleitorais no país em substituição de João Leopoldo da Costa, através de uma candidatura endossada pela sociedade civil.

(AIM)

JSA