PR na 30a Cimeira do MARP

O Presidente da República de Moçambique, Filipe Jacinto Nyusi, disse que o Pais mantém viva e de forma redobrada a agenda de desenvolvimento, apesar de adversidades inéditas que o país vai superando com empenho dos moçambicanos.

Intervindo na 30ª Cimeira Virtual de Chefes de Estado e de Governo dos Países Membros do Mecanismo Africano de Revisão de Pares (MARP), o Presidente Nyusi inclui na agenda de desenvolvimento a prevenção de novos conflitos, mitigação de eventos climáticos extremos entre outros fenómenos.


“A nossa perspectiva é de que o MARP continue a servir de plataforma que avalia com isenção e honestidade, incentivando as boas práticas e aprimoramento da boa governação”, sustentou o Chefe do Estado moçambicano.

Na ocasião, o Presidente Nyusi partilhou com os seus homólogos os progressos alcançados Pelo país na implementação das recomendações da segunda avaliação saída em 2018, dos desafios que persistem nas diferentes áreas de intervenção do mecanismo, bem assim as perspectivas para melhorar o que está menos bem.

O relatório cobre o horizonte temporal de 2018 a 2020, documenta acções implementadas nas 4 áreas temáticas do mecanismo, isto é, a Democracia e Governação Política, Gestão e Governação Económica, Governação Corporativa e Desenvolvimento Socio-económico.

“No período em análise, registámos no país progressos encorajadores, sem descurar os desafios que atravessámos, como por exemplo os Ciclones IDAI e KENNETH, 2019, que assolaram o nosso país num espaço de seis semanas entre si”, sustentou o Presidente Nyusi.

(AIM)

GIPR/AIM