Gina Guibunda, National Director of Primary Education, addressing  participants in the Academy's different training

O ano lectivo escolar 2021 é formalmente aberto Sexta-feira (19 de Março), em todas escolas do país, cujas cerimónias centrais terão lugar no distrito de Monapo, província de Nampula, onde será inaugurada uma escola secundária.

Trata-se da Escola Secundária Carapira, com 24 salas de aula devidamente equipadas, bloco administrativo, sala de informática, laboratório, biblioteca e salas de jogos.

As aulas propriamente ditas arrancam na segunda-feira (22), dia em que, de acordo com Guibunda, será lançado o Plano de Acção para Aceleração de Alfabetização de Jovens e Adultos, com o objectivo de erradicar o analfabetismo.

De acordo com Gina Guibunda, porta-voz do Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano (MINEDH), já estão criadas as condições para o arranque do ano lectivo 2021.

“Algumas escolas, sobretudo do ensino primário, estavam esta semana a acertar detalhes para conformar os seus estabelecimentos às medidas visando evitar a propagação da Covid-19”, referiu.

Guibunda explicou que há dias que 96 por cento das escolas podem iniciar as aulas com segurança, uma vez que dispõem de sistemas de abastecimento de água, sanitários melhorados e outras condições para a prevenção da doença.

“As escolas estão a ser devidamente preparadas porque não queremos que sejam focos de contágio do novo coronavírus. Muitas delas tiveram obras de reabilitação e melhoramento das casas de banho, sistema de abastecimento de água e sinalização para orientar as crianças por onde devem circular”, disse.

Afirmou que estava em curso o desembolso da primeira tranche do Apoio Directo às Escolas no valor de 524.683.000 meticais para o ensino primário e 103.531.000 para o secundário.

Com os fundos, segundo Guibunda, será adquirido material de higienização como álcool em gel e sabão para a contenção e combate à pandemia do novo coronavírus.

O livro de distribuição gratuita continuava a ser feito esta semana. Segundo dados do MINEDH,  foram adquiridos 20.625.870 livros da 1.ª à 7.ª classe, manuais e guiões do professor. Destes, 3.200.170 são para o ensino bilingue.

(AIM)

J.Noticias/JSA