A Confederação Africana de Futebol marcou as duas últimas jornadas da fase de qualificação ao CAN dos Camarões para 24 e 30 de Março corrente. O jogo diante do Cabo Verde está marcado para às 21h00, no Estádio Nacional do Zimpeto.

São datas e horas que entram em choque com as pretensões dos Mambas, uma vez que estão em jogo na marcação da CAF para as duas últimas jornada de qualificação ao CAN de Janeiro de 2022 nos Camarões.

Inicialmente marcado para 26 de Março em curso, o embate entre Ruanda e Moçambique, para a quinta jornada do grupo F, a CAF antecipou o jogo para 24 de Março.

Esta remarcação é em resposta ao pedido feito pelos ruandenses, que alegam problemas de ligações aéreas para chegarem aos Camarões, a tempo de disputar o jogo da última jornada, a 30 de Março, diante dos Leões Indomáveis.

Facto mesmo é que o espaço de tempo da chegada dos jogadores estrangeiros a Kigali para se juntarem aos restantes Mambas, saídos de Maputo, bem como o tempo de espera dos resultados dos testes de despistes da COVID-19, dentro do protocolo sanitário, poderá ser o principal entrave para a utilização dos atletas vindos da Europa.

Relativamente ao jogo com Cabo Verde, no dia 30 de Março, a CAF marcou para às 21h00, numa altura em que o Grande Maputo observa o recolher obrigatório, imposto para frear o aumento de infecções pelo novo Coronavírus.

Assim, os Mambas não teriam apoio do seu público, nem nas bancadas e nem nas ruas, sendo por isso mais um obstáculo na caminhada para o CAN Camarões 2022.

Quanto aos jogadores que actuam fora de portas, o Bordéus da França já deu a saber à Federação Moçambicana de Futebol que não vai dispensar Mexer para os jogos dos Mambas, devido ao cumprimento do isolamento no regresso. A situação vai obrigar o jogador a ficar mais de 10 dias sem dar seu contributo na equipa.

Deste modo, Luís Gonçalves sabe que não contará com o jogador para as duas últimas jornadas de qualificação ao CAN dos Camarões.

(AIM)

O Pais/JSA