O Governo diz que ainda não harmonizou a estratégia sobre as aulas dos alunos do pós-laboral durante o período do recolher obrigatório na região do Grande Maputo. A informação foi divulgada esta sexta-feira pelo Ministro do Ensino Superior.

Esta quinta-feira, o Chefe de Estado em comunicação à nação, anunciou o regresso às aulas presenciais para as instituições de ensino primário, secundário, técnico-profissional, formação profissional e ensino superior. Com o recolher decretado para o Grande Maputo, a partir das 21 horas, os alunos do curso noturno podem estar impedidos de assistir às aulas.

Confrontado com esta situação, o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior disse que ainda é uma questão que está a ser harmonizada.

“Creio que é uma questão que se restringe apenas à cidade e a região metropolitana de Maputo, sendo assim, é um assunto que será harmonizado junto das instituições superiores abrangidas. O que é certo é que as aulas presenciais irão retomar porque temos esta orientação. Embora não possamos apresentar datas, esse processo terá que acontecer e logo que tudo estiver harmonizado, faremos a comunicação”, esclareceu Daniel Nivagara.

O governante falava à margem do lançamento da página web e secretária electrónica do Instituto de Bolsas de Estudos.

(AIM)

O Pais/JSA