O Governo dos Estados Unidos da América (EUA) vai desembolsar 3,7 milhões de dólares adicionais para ajudar Moçambique a garantir a compra de vacinas de acordo com os requisitos da COVAX, indica um comunicado citado pelo jornal moçambicano, ”O Pais”.

O montante faz parte de um financiamento de quatro mil milhões de dólares anunciado pelo Presidente norte-americano, Joe Biden, para o Acesso Global às Vacinas COVID-19 (COVAX), que apoia o acesso a vacinas seguras e eficazes para 92 países de baixa e média renda.

“Esta contribuição irá apoiar na compra e entrega de vacinas COVID-19 seguras e eficazes para as populações mais vulneráveis do mundo e em risco, incluindo profissionais de saúde da linha da frente. Este investimento é fundamental para controlar a pandemia e desacelerar o surgimento de novas variantes, além de ajudar a reiniciar a economia global”, diz um comunicado.

Dois mil milhões de dólares em financiamento inicial estarão disponíveis imediatamente e serão disponibilizados mais dois mil milhões à medida que outros doadores contribuam com um aumento dos compromissos financeiros para este importante esforço, esclarece a nota.

Em relação aos 3,7 milhões de dólares adicionais para Moçambique, os mesmos incluem o planeamento da entrega e distribuição das vacinas em todo o país e assistência técnica no fornecimento de tratamento médico abrangente para pacientes com COVID-19.

Ademais, inclui-se a aplicação segura e eficaz do oxigénio. “Identificado pelo Ministério da Saúde como uma prioridade crítica, o oxigénio é a chave para o tratamento de pacientes” com Coronavírus com “sintomas avançados ou graves”. Os EUA doaram 50 ventiladores ao Ministério da Saúde e investiu mais de 20,4 milhões de dólares em treinamento, suprimentos e equipamentos, para apoiar a resposta à COVID-19 em Moçambique

(AIM)

O Pais/JSA